top of page

Receita: Risoto do Cerrado: Uma Delícia Típica de Goiás

Aprenda nossa receita de Risoto do cerrado e surpreenda a todos.

Risoto do cerrado
Risoto do cerrado - Buffet Patrícia Xavier

Imagine combinar vários ingredientes típicos da culinária goiana em uma única receita. Pare de imaginar, pois essa delícia tem nome e sobrenome: Risoto do Cerrado. Essa receita foi criada há 24 anos no tradicional Restaurante Piquiras em Goiânia, em 1999, recebeu o prêmio no concurso "Grandes Pratos do Dia a Dia" do renomado crítico gastronômico Josimar Melo. A partir daí, o Risoto do Cerrado ganhou popularidade e conquistou um lugar de destaque nas cozinhas dos restaurantes de Goiás. Hoje em dia, é impossível visitar Goiânia sem experimentar essa iguaria.


Segundo o proprietário do restaurante, a ideia de criar o prato surgiu a partir de um pedido do então governador do estado. O restaurante já fornecia alguns pratos para o palácio do governador, e o chef do restaurante decidiu criar algo que representasse um pouco da história de Goiás, mas que não se limitasse ao tradicional empadão ou à ambrosia. Assim, nasceu o Risoto do Cerrado, uma combinação de arroz com ingredientes típicos do cerrado. Essa criação logo se tornou um sucesso e começou a ser muito procurada. O prato recebeu reconhecimento em um concurso em São Paulo, onde foi premiado como um dos dez melhores pratos do país.

Desde o prêmio em 1999, o Risoto do Cerrado se tornou uma marca registrada do restaurante, sendo apreciado por muitos e replicado por outros estabelecimentos em Goiânia.


Agora, vamos acompanhar o passo a passo para preparar essa deliciosa receita:


RISOTO DO CERRADO


INGREDIENTES PARA O CALDO:

  • Azeite a gosto

  • 1 colher de sopa de extrato de tomate

  • 1 cenoura grande cortada em rodelas

  • 1 cebola cortada em 4 partes

  • 1 alho-poró (separe as folhas mais verdes para o caldo e utilize o restante para o risoto)

  • 1 dente de alho amassado com casca

  • 2 litros de água

INGREDIENTES PARA O RISOTO:

  • Azeite de oliva a gosto

  • 1 colher rasa de sopa de açafrão-da-terra

  • 150 g de cebola picada

  • 250 ml de cachaça ou vinho branco

  • 500 g de arroz arbóreo

  • 150 g de pequi em lascas de conserva cozido ou polpa de pequi cozida

  • 200 g de lombo de bacon frito em cubos

  • 500 g de linguiça caipira frita e cortada em rodelas grossas

  • 500 g de peito de frango frito em cubos temperado com sal e pimenta-do-reino

  • 400 g de palmito ou guariroba

  • 100 g de pimenta biquinho (opcional)

  • 150 g de ervilhas congeladas

  • 250 g de manteiga

  • 200 g de queijo meia-cura ou parmesão

  • 1/2 maço de cebolinha verde

  • 1/2 maço de salsinha

  • Pimenta-do-reino a gosto

  • 6 pimentas-de-cheiro

  • Sal a gosto

MODO DE PREPARO DO CALDO:

  1. Em uma panela, aqueça o azeite e frite o extrato de tomate.

  2. Acrescente os demais ingredientes, exceto a água.

  3. Refogue bem até ficar dourado.

  4. Adicione a água e leve ao fogo alto.

  5. Quando começar a ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos.

  6. Desligue o fogo e reserve o caldo, mantendo-o aquecido.

MODO DE PREPARO DO RISOTO:

  1. Refogue a cebola picada com o açafrão-da-terra em azeite.

  2. Quando estiver translúcida, acrescente o arroz arbóreo e o pequi, e refogue para que os grãos absorvam toda a gordura.

  3. Adicione a cachaça.

  4. Coloque três conchas do caldo bem quente, reduza o fogo e cozinhe em uma panela sem tampa, mexendo sempre.

  5. Adicione as carnes.

  6. Quando estiver quase seco, acrescente mais duas ou três conchas do caldo restante.

  7. Repita esse processo três vezes.

  8. Quando o risoto estiver quase seco e com a consistência "al dente", adicione o palmito ou a guariroba, as ervilhas e a pimenta biquinho.

  9. Mexa delicadamente por cerca de um minuto.

  10. Para finalizar, adicione duas conchas de caldo, deixando o risoto mais líquido nesse momento.

  11. Retire a panela do fogo e do calor, e acrescente a manteiga gelada, o queijo, o cheiro verde, a pimenta-do-reino e a pimenta-de-cheiro.

  12. Verifique o ponto de sal, que dependerá do tempero das carnes. Se necessário, acrescente sal.

  13. Mexa vigorosamente até obter uma textura cremosa e brilhante.

  14. Sirva imediatamente.


Agora, você pode saborear o autêntico Risoto do Cerrado, uma verdadeira iguaria que representa a culinária goiana em sua melhor forma. Aproveite e leve o sabor de Goiás para sua casa!

217 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page